OrganizingKidsArtwork

When we have kids, we can’t wait till they start doing some artwork – we wanna frame it, hang in the wall, all of that. But all of a sudden, they start doing stuff non stop, and papers start pilling up everywhere and you don’t really know what to do with it, and most of them you don’t really know what they mean…

Well, I truly believe that good systems help our daily life, so I created a very simple system to organize my kids artwork:

  1. I got very think binders with plastic inserts and select on of their artworks to insert in the cover.
  2. Every time my kids would draw something, or bring a “project” from school, I would talk about it and ask what does that mean, then I write it down in the corner their name, their age and what does that mean, what they drawn.
  3. Immediately I bring it into the binder, so I keep them in chronological order
  4. Of course there is a selection, I don’t keep them all. I try to keep the ones that have more meaning, or that I think are the best in cuteness and express well the stage they are, because after all, their drawings tell their story specially while they don’t know how to write.

What about you, do you have another idea of how to get it organized? Wanna share with us?


Quando temos filhos, não vemos a hora de vê-los desenhando, fazendo obras de arte… Mas, de repente, eles começam a fazer a desenhar sem parar, sem falar dos trabalhinhos que eles fazem na escola… e começam a acumular pilhas de papéis em todos lugares da casa e a gente fica sem saber o que fazer. Dá pena de jogar fora, mas ao mesmo tempo não aguenta mais ver papeis everywhere e aliás, muitas vezes a gente nem sabe o que os tais desenhos significam.

Eu acredito em sistemas de organização, e por isso criei um sistema muito simples para organizar as obras de arte dos meus filhos:

  1. Eu compro pastas catálogo com muitos plásticos (a mais grossa que eu encontrei), e escolho um dos trabalhinhos deles pra colocar na capa.
  2. Toda vez que os meus filhos desenham algo ou trazem os trabalhinhos do colégio, eu pergunto o que aquilo significa e representa (e eles adoram me contar as estórias por trás dos desenhos) então eu escrevono cantinho seu nome, idade e o significado (isso pra nunca mais esquecer, até por que muitas vezes o significado não é nada obvio rsrss).
  3. Em seguida eu insiro o trabalhinho na pasta pra manter tudo em ordem cronológica. Não deixo acumular.
  4. Claro que faço uma seleção, eu não guardo todos. Eu tento manter os que têm mais significado, ou os mais fofos, ou ainda os que expressam bem a fase em que eles estão, afinal, esses desenhos contam sua própria história, especialmente quando eles não sabem como escrever.
  5. Vira e mexe eles pegam suas pastas e ficam horas olhando…. revivendo lembranças e se orgulhando do trabalho que fizeram 🙂